11 maneiras interessantes de buscar o seu propósito de vida.

Posted on Posted in Sem categoria

Este texto foi escrito quase 100% baseado no vídeo da Teal Swan, uma espiritualista canadense que eu gosto muito. Talvez este tenha sido o conteúdo mais importante que já vi nos últimos anos. Um conteúdo que pode mudar completamente a nossa vida, se a gente decidir compreendê-lo profundamente, ir atrás de mais informações, digerir cada pedacinho dele. As pessoas que vão se interessar mais, são pessoas que sentem que estão vivendo fora de seu propósito, de sua missão, do seu caminho. Sentem-se cansadas, frustradas, deprimidas, sem energia, ou mesmo muito ansiosas, desconectadas de um sentido maior para as suas vidas.
Enjoy!

Sua alma é como uma corrente de energia que flui de uma dimensão maior para a dimensão física. Somos parte de algo muito maior. A sua dimensão física é um pensamento criado da sua alma. E este pensamento tem “livre arbítrio”; capacidade e liberdade total de decidir.

Você pode ir contra ou a favor da corrente da sua alma. Podemos também dizer que essa corrente vai de encontro à sua missão e ao seu propósito.

Quando estamos fluindo nesta corrente, temos uma reação fisiológica. O sentimento é de bem estar, alívio, paixão, apreciação, inspiração, entusiasmo, felicidade, significado.

Ir contra esta corrente, gera no corpo sentimentos de frustração, impotência, tensão, depressão, resistência.

Por exemplo: se você sente uma enorme vontade de ser músico, mas seus pais querem que você faça direito, você para agradar os pais, vai fazer direito mas todas as etapas dentro deste caminho vão gerar enorme esforço e tensão. Passar numa prova vai levar 10 vezes mais esforço do que para uma pessoa que sente verdadeiramente o desejo de ser advogada. Para ela, que está na própria corrente, tudo é feito com mais vontade, leveza e envolvimento. Já você, está indo contra a sua corrente.

Todas as coisas e pessoas tem uma corrente de energia própria, interagimos o dia todo com elas.

Quando estamos alinhados com essa nossa corrente, missão ou propósito, temos uma reação fisiológica que nos coloca completamente presentes aos que estamos fazendo, sem nenhuma divisão, nenhum outro foco. Não existe nenhuma outra interferência de outras correntes, internas ou externas, não existe nenhuma barreira, estamos focados, energizados e tendo prazer naquela tarefa, atividade, projeto, carreira. Não existe esforço e a produtividade vai aos céus. Estar nesta condição, nos deixa energizados. Nossa alma diz: SIM , eu vim aqui para isso!

As pessoas de sucesso fazem, dizem e pensam coisas que causam tanto alinhamento, que a corrente delas se unem com a corrente do universo que “apoia” cada ação tomada. As ações dessa pessoa são feitas com paixão, presença, dedicação, prazer e ainda sincronicidade.

Como entrar nesta corrente:

1. Priorizar como você se sente, acima de tudo. Não tome nenhuma ação até você se conectar, estar alinhado com seu “eu superior” no nível emocional. Entenda ” eu superior ” como a sua mais alta energia, seu lado mais evoluído, mais saudável, mais conectado com Deus, sua maior maturidade, seu lado mais sagrado. As suas emoções vão te dizer exatamente se você está dentro da sua corrente ou não. Se sentir alguma resistência, busque se conectar, senão fizer isso, aquela ação não trará o resultado que você espera e ainda você estará se esforçando 4 vezes mais para só um pouquinho de resultado. Este alinhamento serve para projetos e eventos em equipe. Todos precisam sentir se alinhados aquele propósito e não se deve tomar nenhuma ação até que todos estejam totalmente envolvidos e entusiasmados.

2. Saiba o que você deseja. Desejos criam impulsos na corrente de energia. Você pode ir a favor ou contra seus próprios desejos. Conheça quais são eles. Muitas vezes não conhecemos nossos desejos, não escutamos, não sentimos e muitas vezes até fugimos, por medo da frustração. Não é possível estar na corrente se você não estiver consciente dos seus desejos, e mais ainda, desejos em relação aos vários “departamentos” da sua vida. O que você quer dentro da profissão, relacionamento, dinheiro, saúde, etc. Nessas horas, esqueça o medo. Pergunte como seria a sua vida, sem o elemento “medo”.

3. Precisamos integrar nossa própria fragmentação.
Uma das dificuldades que temos em encontrar alinhamento com a nossa corrente de energia é porque nossa consciência foi se fragmentando em pedacinhos. Temos muitos pedacinhos de consciência dentro de nós, que se movimentam para lados contrários. Por exemplo: Um lado quer se destacar e aparecer – o outro lado que se esconder; um lado quer um relacionamento, o outro lado detesta pessoas.

Estar sentindo esta contradição, é uma grande dor e um indicativo de que não estamos dentro da corrente do “eu superior”. Imagine um barco em um rio e algumas pessoas remando para baixo e outras para cima. O que vai acontecer? O barco não vai se mexer, ou vai virar, ou andar um pouquinho para depois voltar… Temos que levar todas essas energias para um lugar onde possam se alinhar e acordar sobre uma única direção.

4. Seja um peixe na corrente do oceano. Tudo está conectado, somos parte de um organismo maior. Quando as condições mudam, temos que mudar também, nos adaptar ao que está se apresentando. Quando faz calor, tiramos o casaco, se faz frio, colocamos o casaco. Se ficamos passando frio, sem casaco, apenas porque queremos que faça calor, estamos indo contra a corrente, passando mal, sem nenhuma necessidade. O calor uma hora, vai chegar.
Comprometimento em excesso seu próprio jeito de ser e fazer as coisas, negando todas as correntes externas faz com que seja impossível estar dentro da corrente.

Nossa máxima prioridade tem que ser estarmos conectados com essa corrente superior e com as pessoas a nossa volta também. Isso requer flexibilidade, mudança, mudança rápida de planos, encontrando alinhamento conosco, os outros e o universo. Mudar de direção rapidamente demanda espontaneidade. Muitas pessoas tem medo da espontaneidade porque gera incerteza mas a segurança que podemos ter está exatamente na espontaneidade, flexibilidade para nos adaptar. Como estamos conectador e somos interdependentes, responder a mudança de correntes é responder à nossa própria corrente, não há contradição. Somos parte de algo maior.

5. Aja rápido na inspiração. As pessoas esperam muito para entrar na inspiração. Imagine um surfista que fica esperando a onda e quando ela vem, ela deixa ela passar e depois fica lá pensando se vai levantar da prancha ou não – é talvez eu deva pegar essa onda – já passou. Você tem 5 segundos para ter a primeira ação, fazer uma anotação, tomar alguma providencia. Pessoas de sucesso, pegam a onda rapidamente, e ficam na onda até o final.

6. Praticar o “estar completamente no presente”. Quando você usa o foco para estar presente com o seu corpo e com o momento, você está recebendo aquela corrente muito fortemente dentro do seu corpo e faz com que todas as suas ações sejam apoiadas pelo universo. Imagine um atleta que está totalmente focado em jogar. Está curtindo, totalmente presente em seu corpo e ao que acontece ao redor. Imagine outro que está preocupado em ganhar ou perder. O foco é ganhar e não jogar, este atleta está perdendo energia e cada vez que foca em ganhar e não em jogar, perde algo importante no jogo.

7. Compreenda corporalmente o sentimento do SIM. Um sim que vibra no seu corpo. Sim sem contradição – é um sentimento corporal. Vem com sentimento de alívio, de segurança. Você pode não saber o motivo, mas o corpo sabe. Pergunte ao seu corpo. Siga este sentimento. Procure o SIM dentro de você.

8. Os indicadores de que você está seguindo esta corrente é a presença da sincronicidade, que é uma experiencia significante que não pode ser explicada por causa e efeito. Acontece de forma “independente” – são eventos fortuitos que te encontram pelo caminho no lugar certo, na hora certa.

9. Meditar ou fazer uma atividade introspectiva sem nenhuma interferência. Não sabemos muitas vezes o que a nossa corrente interna está fazendo porque estamos desconectados, muito apegados à nossas listas de tarefas, suprimindo emoções o tempo todo. Quando você começa a se conectar com seu interior, as energias sutis começam a a aparecer e quanto mais conectamos mais óbvias elas se tornam para nós.

10. Achar a corrente não é algo pontual e pronto. É eterno, contínuo, uma prática diária. Em cada momento que vivemos, temos a oportunidade de estar remando contra ou a favor desta correnteza interna. Tudo está sempre em movimento, nada é estático, oportunidades estão sempre chegando, as condições sempre mudando.

11. Siga o sentimentos de prazer, como você se sente, importa mais do que tudo. Seguir sentimentos bons é a sua estrela norte. Vale todos os riscos. Você é um criador e por isso tem o direito de criar e viver os seus sonhos.

Link para o vídeo da Teal Swan

Caso alguma pergunta importante apareça em sua mente, mande uma mensagem, pergunte!
Quem sabe podemos descobrir a resposta, juntos?

Graziela Bergamini,
psicóloga e coach
Atendimentos online e presenciais
11 963250757

Graziela Bergamini
www.grazielabergamini.com.br
graziela.bergamini@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *